Como o mercado enxerga as startups? É um bom negócio?

Como o mercado enxerga as startups? É um bom negócio?

Publicado por: Gustavo Bernardo Publicado: 06/12/2019 Visitas: 250 Comentários: 0

Como o mercado enxerga as startups? É um bom negócio?


Novos modelos de negócios, com propósitos mais arrojados, mais impacto, tipos de negócios exponenciais, que quebram grandes barreiras e mudam a vida das pessoas, mudam os empregos, mudam o nosso presente e o nosso futuro. Bem-vindos à nova economia e ao mundo das startups.


Em um cenário de crise econômica, essas empresas se destacam por multiplicar receitas e ter um crescimento exponencial que destoa do desempenho das empresas tradicionais.


Mas existem visões divergentes em relação a esse tipo de empreendimento, seja pela competitividade no mercado ou pela descrença no potencial do negócio. Entretanto é inegável que as startups ganham cada vez mais espaço no mercado global.


Destaque no mercado mundial


A tecnologia está atrelada diretamente ao sucesso dos negócios atuais. Na era da revolução digital, as empresas que contam com soluções tecnológicas atraem a atenção não só do consumidor, mas também dos pequenos e grandes investidores.


Como a maior parte das startups são criadas a partir de tecnologia e inovação e conseguem suprir necessidades reais e importantes de uma sociedade que demanda cada vez mais, é inevitável o entusiasmo de investidores e um incremento notável na economia.


Tome como exemplo a Uber, que um dia foi um negócio pequeno e nascente, mas depois foi capaz de revolucionar o serviço de táxis associando-o a um aplicativo intuitivo e simples, atingindo um valor de mercado estimado de U$120 bilhões. Além do global, o mercado brasileiro de startups também se encontra em constante expansão.


Mercado Nacional


Segundo estimativas da Associação Brasileira de Startups (ABStatups), a quantidade destas empresas no país em 2018 poderia chegar a 15.000.


Este número demonstra o impacto dessas empresas no cenário nacional, gerando empregos, movimentando a economia e oferecendo produtos e serviços que podem ser relevantes para o desenvolvimento do país.


Também no ano de 2018, ganharam destaque as primeiras empresas unicórnio nacionais, indicando o potencial que as startups podem alcançar dentro do país.


Já em 2019, chegou a 9 o número de unicórnios. São elas: 99 taxi, PagSeguro, Nubank, Stone, iFood, Loggi, Gympass, QuintoAndar e Ebanx.


Com isso, é possível notar que o mercado está se moldando a favor das startups e mostrando-se cada vez mais receptivo a este tipo de empreendimento.


Por isso, investir em boas startups pode trazer altas rentabilidades para o investidor e auxiliar no desenvolvimento econômico nacional.


Invista em startups com a Organismo Brasil


A Organismo Brasil ajuda no desenvolvimento e crescimento das startups, aumentando o seu potencial de impacto na economia do país.


Por isso, depois de ter visto o quanto as startups são importantes e podem crescer rapidamente, trazendo grandes benefícios para a sociedade e para a economia do país, chegou a hora de investir nelas!


Cadastre-se agora em nossa plataforma,  invista em startups e participe deste movimento!

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts