Desafios e estratégias por trás dos unicórnios

Desafios e estratégias por trás dos unicórnios

Publicado por: Gustavo Bernardo Publicado: 30/01/2020 Visitas: 283 Comentários: 0

Desafios e estratégias por trás dos unicórnios

 

Segundo a Associação Latino-Americana de Private Equity & Venture Capital (LAVCA) houve um crescimento de 55% nos investimento em startups no Brasil de 2017 (US$859 milhões em 113 empresas) a 2018 (US$1,33 bilhão em 259 empresas).


Neste cenário é importante destacar o surgimento de cada vez mais unicórnios. Mas afinal, quais os planos seguidos por essas empresas e quais erros elas não cometem para alcançar o valor de mercado de US$1 bilhão? Descubra nesse artigo!

 

Estratégias comuns

 


Antes de mais nada é fundamental que você saiba que não existe uma fórmula do sucesso para uma startup. Entretanto, algumas estratégias comuns são seguidas pelos unicórnios e contribuem para o sucesso da empresa. E são essas estratégias que todo empreendedor deve seguir! 


Ter um bom plano de negócios que defina a identidade da empresa, a situe no mercado e se adeque ao público que consumirá o produto ou serviço é um ótimo começo.


Segundo Luciano Araújohead do MIT Bootcamp Brazil, “Se você acertar o segmento de mercado, em uma lógica que é altamente replicável, há uma grande chance da startup se tornar um unicórnio”. Acertar esse segmento é algo a ser definido no plano de negócios, por isso é fundamental que ele esteja alinhado e bem construído.


Também é importante que a startup seja disruptiva e traga uma nova proposta para o segmento em que está inserida. O diferencial é que o produto ou serviço traga acessibilidade e praticidade ao consumidor e consiga satisfazê-lo.

 

Os desafios

 


O caminho para alcançar a posição de unicórnio não é fácil. Mesmo com as estratégias citadas anteriormente, uma startup ainda passa por muitos desafios antes de realmente alcançar o sucesso.


Um destes desafios é gerar lucro. Grandes empresas como a Amazon, por exemplo, demoraram anos para conseguir lucrar. E é comum que isso ocorra com unicórnios, sobretudo por conta da priorização da expansão da empresa, melhoramento dos seus serviços e dominância do mercado ao invés do retorno financeiro imediato.


Com isso, essas startups atraem atenção de investidores pela capacidade escalável do negócio e não somente pela projeção de faturamento, como ocorre em uma empresa já estruturada, por exemplo.


Além disso é preciso desenvolver uma estratégia própria relacionada ao plano de negócios que aloque a empresa em um determinado mercado. Após defini-la é preciso testá-la diversas vezes para que seja validada.


Se após um determinado tempo a sua estratégia parar de funcionar, é preciso realizar a pivotagem do negócio, ou seja, adaptar e alterar o plano de negócios e consequentemente a estratégia. Desta forma, a startup pode melhorar aspectos que poderia estar impedindo-a de crescer e se tornar unicórnio.

 

Capte recursos com a Organismo Brasil

 


Agora você já sabe que para alcançar o patamar de unicórnio, uma startup precisa desenvolver estratégias e superar muitos desafios, passando por diversas etapas. E é neste momento em que a  Organismo Brasil aparece para ajudar! 


Estamos posicionados para apoiar a sua startup em cada uma dessas etapas. Contamos com uma equipe altamente qualificada para auxiliar no planejamento e captação de recursos para a sua empresa.


Por isso, Cadastre-se na nossa plataforma e capte investimentos com a gente!

Tags: equitycrowdfunding, investimentoemstartup, investimentosemstartups, startups

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts