Como investir em Startups e porque esse investimento deve estar no seu portfólio

Como investir em Startups e porque esse investimento deve estar no seu portfólio

Publicado por: Luciana Abreu Publicado: 18/02/2021 Visitas: 49 Comentários: 0

Como investir em Startups e porque esse investimento deve estar no seu portfólio

Se você ainda não investe em startups, a gente tem algumas dicas para você! Investir em empresas com grande potencial de crescimento pode significar um retorno de 5 a 10 vezes do valor investido. Startups desenvolvem soluções que podem ser facilmente replicadas e ganhar escala

E por que investir?

Startups são empresas que desenvolvem soluções que são facilmente adaptáveis, e que por isso, são globais. Como o produto não precisa ser personalizado, a tendência é que depois de testado, ele ganhe escala, ou seja, comece a ser vendido em grande velocidade de forma que o lucro da empresa desenvolvedora supere os custos em muitas vezes.

Quem investe em startup sabe que essas empresas têm um enorme potencial de crescimento e que por isso, podem representar um retorno de 10 a 15 vezes do capital investido. Pode, porque como em qualquer outro investimento, investir em startup também oferece riscos para o investidor. 

Você consegue imaginar a possibilidade de ganhar 33 mil vezes o valor investido? Foi isso que aconteceu com o professor norte-americano, David Cheriton, quando há 23 anos resolveu investir US$ 100 mil no Google.

Hoje, Cheriton seria conhecido como um investidor-anjo, mas em 1998 quando ele fez o aporte na empresa, foi porque acreditava que, com o valor investido, a ideia poderia ser melhor desenvolvida. Em 2020, a Google empresa multinacional de serviços online e software, estava avaliada em cerca de US$ 320 bilhões de dólares e estima-se que os US$ 100 mil investidos por David Cheriton tenham se transformado em US$ 3,3 bilhões. 

Nenhum outro tipo de investimento poderia ter um retorno como esse alcançado pelo professor Cheriton e é essa possibilidade que tem atraído cada vez mais investidores para Startups.

Um estudo feito pela organização Distrito, que reúne em seu portfólio empresas de inovação e tecnologia, revela que as startups brasileiras arrecadaram US$ 3,5 bilhões em 2020 atingindo a maior marca histórica. A quantia representa um crescimento de 17% em relação a 2019, quando as startups nacionais obtiveram US$ 2,9 bilhões em aportes.

Como investir?

Existem algumas formas de investir em startups e uma delas é via plataformas de ofertas públicas de investimento como a Organismo Brasil. A Organismo Brasil é registrada pela CVM e possibilita a captação de recursos para startups a partir de rodadas de investimentos. 

O processo é todo online e muito simples. É importante que você abra uma conta e realize o seu cadastro. Não é possível investir sem cadastro, porém ele só precisa ser preenchido uma única vez e é gratuito. A Organismo Brasil disponibiliza todas as informações sobre a empresa que está captando e como vai ser investido o valor arrecadado. 

Quando você investe em uma startup você se torna sócio da empresa. Ao participar de uma rodada de captação você recebe uma nota de dívida conversível em ações. A quantidade de ações que você recebe é proporcional ao valor investido. Aqui na Organismo Brasil você pode investir a partir de R$ 100,00.

Quer saber mais sobre investimento em startup? Faça o seu cadastro e converse com um dos nossos guias de investimento, eles estão preparados para esclarecer todas as suas dúvidas! 

Invista em startups, diversifique seu portfólio e aumente a performance dos seus investimentos!

 

 

Tags: #investir #investimento #diversificaçãodeinvestimentos #startups #investiremstartup #investimentosemstarrtups #equitycrowdfunding #organismobrasil #invistacomaorganismobrasil #plataformadefinanciamentocoletivo #startupsbrasileiras

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Regras Gerais.