O que você precisa saber antes de investir em Startups? Entenda.

O que você precisa saber antes de investir em Startups? Entenda.

Publicado por: Gustavo Bernardo Publicado: 06/12/2019 Visitas: 452 Comentários: 0

O que você precisa saber antes de investir em Startups? Entenda.


Em um cenário no qual a tecnologia vem dominando todos os setores da sociedade, as startups ganham espaço. Essas empresas se caracterizam por serem de base tecnológica, por estarem inseridas em um cenário de incertezas e no qual seus produtos ou serviços contam com grande potencial de escala, isso significa que elas podem crescer rapidamente suas vendas, sem que seus custos e despesas acompanhem esse crescimento, gerando assim grandes ganhos para quem participa do processo.


Acontece que quando este momento chega, as empresas se deparam com um problema: A estrutura necessária para entregar os produtos ou serviços.


Para resolver este problema, as empresas precisam de investimentos, que na maioria das vezes superam a geração de caixa, fazendo com que elas busquem esses recursos fora, neste momento, as startups têm algumas opções, dentre elas, as Ofertas Publicas de Investimento, através das plataformas de Equity Crowdfunding autorizadas pela CVM.


Investimento de alto risco


Diferente das aplicações em renda fixa, que em geral o investidor sabe quanto irá receber dentro de um determinado prazo, o investimento em startups é uma opção dentro dos investimentos em renda variável, no qual o retorno é incerto e não há previsão do rendimento do investimento.


Por isso, é um investimento chamado de alto risco, já que o investidor não tem garantias e pode perder parte ou todo seu dinheiro.


Mas, existem maneiras de diminuir os riscos na hora de investir nessas empresas. O primeiro passo é estudar. Estudar o mercado, estudar a empresa e estudar a plataforma que fará a ponte entre você, investidor, e a startup. Afinal, você não pode aplicar seu dinheiro em qualquer lugar, sem antes nem conferir se vale a pena, não é mesmo?!


Além de estudar, é aconselhado que o investidor pulverize o máximo que puder entre as startups disponível, desta maneira, ele minimiza o risco de perder todo seu dinheiro.


Regras da CVM


Para diminuir ainda mais os riscos do investimento em startups, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) criou a norma CVM 588, que impõe limites de investimento anual para cada perfil de investidor e fiscaliza as plataformas (autorizadas) que oferecem esses investimentos, garantindo que elas sigam um padrão de qualidade, sempre com o intuito de proteger o investidor.

 

Todas as plataformas registradas na CVM contam com um material didático que explica com detalhes como funciona suas regras e processos. É importante que os investidores conheçam estes materiais.


Invista em Startups com a Organismo Brasil


A Organismo Brasil constrói uma relação de segurança com seus investidores e disponibiliza todo o suporte e acompanhamento necessários para que se construa um caminho de sucesso tanto para os investidores quanto para as empresas.


Contamos com uma equipe de especialistas que cuidam de cada etapa do processo de investimento nessas empresas, para garantir que as mesmas estão em conformidade com as exigências de mercado e para garantir que os investidores tenham todas as informações que precisam para tomar suas decisões de investimento. 


Cadastre-se gratuitamente na nossa plataforma e trilhe o seu caminho como investidor de empresas estruturadas e com boas projeções. Invista agora mesmo em startups de forma simples, transparente e segura!

Tags: equitycrowdfunding, investimentoemstartup, investimentosemstartups, startups

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts