Ser sócio de startups investindo a partir de R$100 já é realidade no Brasil

Ser sócio de startups investindo a partir de R$100 já é realidade no Brasil

Publicado por: Gabriela Cunha Publicado: 03/02/2020 Visitas: 815 Comentários: 1

Ser sócio de startups investindo a partir de R$100 já é realidade no Brasil

 

Ser sócio de startups revolucionárias já é uma realidade. A Organismo Brasil, plataforma de equity crowdfunding, já lançou seu primeiro portfólio, abrindo oportunidade para que todas as pessoas possam participar desse movimento. Com investimentos a partir de R$100, a empresa pretende engajar o maior número de pessoas para apoiar startups que estão mudando o mercado.

A modalidade chamada de equity crowdfunding já é conhecida em outros países e vem ganhando mais força no Brasil nos últimos anos. Por meio dela, investidores aplicam dinheiro em startups e ganham uma porcentagem da empresa, tornando-se sócios e conseguindo ótimos retornos financeiros.

De acordo com a CMV (Comissão de Valores Mobiliários), de 2016 até 2018, que foi quando a modalidade foi regulamentada no Brasil, houve um aumento de 451% na captação de investimentos para startups através de plataformas dessa modalidade. Até hoje já foram captados mais de R$50 milhões entre todas as plataformas, sendo que esse valor deve passar de R$1 bilhão nos próximos anos.

Portanto, investir em startups é uma opção disponível e que deve compor a carteira de investimentos de todo investidor, contribuindo para uma melhor performance desta carteira. Considerando isso, a Organismo Brasil abre captação para três delas, sendo que, ao todo, serão captados cerca de R$4 milhões.

“O principal diferencial da Organismo Brasil é oferecer aos investidores, empresas consistentes e com possibilidade de crescimento exponencial. Além disso, buscamos sempre as startups que desenvolveram soluções que podem mudar a vida das pessoas. Para certificar que as startups atendem a esses requisitos, analisamos a empresa como um todo, inclusive a equipe e o empreendedor que está à frente do negócio” diz Tiago Tozzi, CEO da Organismo Brasil.

Tozzi ainda completa: “por isso estamos  felizes em lançar nosso primeiro portfólio com três empresas que cumprem com esse propósito”.

Das startups que compõem o portfólio da empresa, uma é do setor de logística, outra de energia e uma fintech. As três estão crescendo exponencialmente e ganhando prestígio e destaque nacional. São elas:
 

Antecipa Fácil


Ajudando a manter o capital de giro, a Antecipa Fácil, empresa de fomento comercial utiliza um mecanismo inédito de leilão digital e, com isso, já acelerou R$ 70 milhões de crédito para PMEs.

A fintech que iniciou as operações quando o empreendedor Elber Laranja encontrou o estatístico e especialista em gestão de risco, Thiago Chiliatto, em uma reunião de negócios, hoje é uma das 20 startups indicadas pela 2ª edição do programa LIFT (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas) do Banco Central.

Com uma base de 150 pequenas e médias empresas antecipando os valores das notas fiscais, a Antecipa Fácil propõe o conceito de leilão digital de recebíveis. A média do deságio das transações entre financiadores e empreendedor fica em 5,5% ao mês na média, mas pode ser reduzida a 1,8% ao mês com a recorrência de uso da plataforma e aumento de reputação – porcentagem ainda assim menor do que as taxas de juros para empréstimo.
 

Everlog


A Everlog é uma startup de eficiência logística que já reduziu em até 60% os custos do processo logístico em indústrias. Criada por Rodrigo Fávero em 2016, a empresa propõe soluções fundamentais no setor de transportes.

Atualmente, é fundamental que haja uma maneira de facilitar o processo de transporte, já que, segundo pesquisa da Fundação Dom Cabral, a ineficiência logística consome mais de 12% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.


E é nesse contexto que a Everlog atua, fazendo a gestão de entregas entre o transportador e o embarcador, além de possuir os serviços de cotação e auditoria de frete. Os serviços são seguros, com custos acessíveis para os clientes, e ainda apresentam resultados rápidos. Além disso, a forma de cobrança é mais simplificada, sem a necessidade de consultores e uma implantação rápida do sistema.

A Everlog já está ganhando prestígio nacional, sendo que foi uma das 10 startups selecionadas para participar da Startup World Cup 2019, indicada como uma das 100 startups mais inovadoras da América Latina de acordo com a Inovations Award LATAM, além de já ter recebido investimentos de importantes fundos brasileiros, como a Cotidiano e a Bossa Nova.

CUBi Energia

 

 

A CUBi Energia é uma empresa que promove a gestão de eficiência energética. Criada por Ricardo Dias, Rafael Turella, Bruno Scarpin e Tiago Justino, a ideia da empresa surgiu durante a pós-graduação de seus idealizadores nos Estados Unidos. 

Durante o curso, eles se questionaram sobre o consumo de energia elétrica da Universidade em que estudavam. Se propuseram, então, a mapear o consumo energético de um dos prédios. Após analisar os dados e propor uma gestão e auditoria energética no edifício, considerando que já existiam medidores que forneciam as informações necessárias para a análise, conseguiram reduzir em cerca de 11% o consumo de energia total em um ano, o que representou uma economia total de cerca de U$1 milhão.

No retorno ao Brasil, constataram que também ocorria o consumo excessivo ou desnecessário de energia elétrica por aqui. Depois de dois anos de pesquisa, a CUBi Energia foi lançada no mercado nacional, trazendo como diferencial um hardware inteligente que, associado a um software próprio, é capaz de transformar dados referentes ao consumo energético em informações e valores que auxiliam o gestor na tomada de decisão.

A CUBi já desenvolveu projetos em mais de 20 indústrias, sendo elas nacionais e multinacionais. Agora, com seu produto totalmente pronto, pretende levar soluções em energia para mais de 800 indústrias nos próximos anos.

A gestão da eficiência energética, além da diminuição de custos, ajuda também na redução dos impactos ambientais. Quanto menos energia consumida, menor a emissão de gases que colaboram com os aspectos negativos do efeito estufa.

Invista!

 

 

As captações já estão abertas e os investidores devem acessar a plataforma através do link: https://www.organismobrasil.com.br/investir  

Tags: equitycrowdfunding, investimentoemstartup, investimentosemstartups, startups

Comentários

Escreva o comentário

Veja todas Últimos Posts